segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Olha, afinal não é só o Benfica que tem "Vales e Azevedos"...

Este dia 10 de Setembro, véspera de mais um aniversário dos atentados às torres gémeas dos Estados Unidos, fica marcado pela decisão do tribunal, em condenar alguns terroristas do futebol português, que andaram anos a passar entre os pingos da chuva da justiça portuguesa.

Deste modo, aquela facção Benfiquista, que considera José Veiga um bom sucessor de Luís Filipe Vieira, vai continuar no seu estado saudosista, fazendo figas para que Veiga regresse ao clube?

Será que Fernando Gomes, vai continuar a dar um tacho a João Pinto, depois desta decisão? Já não bastou empregar um ex-jogador que envergonhou uma federação e um país, após a agressão ao árbitro do Coreia-Portugal no Mundial de 2002?

E os sportinguistas? Vão continuar com aquela ideia arcaica e obsessiva de que o seu clube não tem ninguém condenado e/ou envolvido em casos de corrupção desportiva?

Ficou assim demonstrado, que não é só o Benfica que tem "Vales e Azevedos"...

sexta-feira, 29 de junho de 2012

A pergunta do dia:

O que fazer com o emprestado Rúben Amorim, que depois da decisão de ontem da Liga, não poderá ser emprestado ao Braga?

Vai para o estrangeiro? Vai regressar à Luz? Vai para a equipa B?

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Vou-me armar em Marcelo Rebelo de Sousa...

Rui Patricio: 12 valores

João Pereira: 12 valores

Pepe: 19,5 valores

Bruno Alves: 15 valores

Fábio Coentrão: 16 valores

Miguel Veloso: 13 valores

 Raúl Meireles: 12 valores

João Moutinho: 17 valores

Nani: 13 valores

Cristiano Ronaldo: 16 valores

Hélder Postiga: 8 valores

 Hugo Almeida: 6 valores

 Nélson Oliveira: 5 valores

Silvestre Varela: 10 valores

Custódio: 9 valores

Rolando: 2 valores


Paulo Bento: 18 valores

6 perguntas pertinentes a propósito dos penaltis de ontem:

1. Quantos penaltis bateu Pepe em toda a sua carreira?

2. Quantos penaltis falhou Moutinho em toda a sua carreira?

3. Porque motivo Bruno Alves não tinha condições para bater o terceiro penalty, mas já tinha para bater o quarto?

4. Porque razão, após o falhanço de Xabi Alonso, foi escolhido para bater o penalty que nos podia colocar na frente, com consequente pressão adicional para o jogador espanhol que fosse bater a seguir, um jogador que falha mais de metade dos penaltis que bate?

5. Porque motivo entraram Custódio, Varela e Nélson Oliveira, em fase muito adiantada da partida, se nenhum dos três foi com o intuíto de bater as penalidades?

6. Porque não entrou o Hugo Viana, que bate bem este tipo de lances de bola parada?

Isto de querer ter sorte na loteria dos penaltis não é para qualquer um. É preciso fazer alguma coisa por isso.

Foi pena ter havido um bloqueio completo de Paulo Bento, na preparação e elaboração do plano das grandes penalidades, porque só temos que lhe dar os parabéns por tudo o que fez neste Euro 2012.


domingo, 10 de junho de 2012

Num Sábado de tantas emoções, este foi o homem do dia:


O grande Sérgio Silva, levou a equipa às costas com uma garra extraordinária.
A foto diz tudo...

14 anos depois, parece mesmo que vamos levantar o caneco. Viva o Benfica!

PS: Não arranjam por aí as imagens em que o Edo Bosch apalpou os seus próprios tomates, enquanto olhava destemido para as bancadas do pavilhão da Luz?

Desse modo, veríamos se ele tinha mais queda para a "auto apalpadela" do que o Carlos Lisboa...

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Se eu fosse o advogado de defesa do Carlos Lisboa respondia assim:

Sá Pinto agride um seleccionador nacional, e um jogador do seu clube, enquanto era director desportivo do Sporting, e está tudo ok.

Carlos Lisboa não faz mal a ninguém, e por apalpar o seu próprio cú, já está a mais no desporto português.

São formas interessantes de ver as coisas...

Ainda a propósito do médico que diz palavrões num programa de televisão, como se estivesse numa qualquer tasca deste país, tenho a dizer que vi o programa Prolongamento, na 2ª à noite, e escutei o referido "tasqueiro" dizer que o Sporting era "diferente", quando chamado a comentar o caso do Basket, e da troca de comunicados entre Benfica e Porto.

E disse que era "diferente", como quem diz que o seu clube não se envolve em casos de pancadaria, de mau perder, de insultos, etc, etc, etc...

Pois quero dizer que essa "diferença", ficou bem visível nas últimas eleições, quando o caos imperou entre os adeptos leoninos, não havendo, sequer, espaço para o discurso da vitória do presidente eleito, com empurrões e agressões a policias, jornalistas, e demais cidadãos que por ali circulavam.

Essa tal "diferença", pode também ser comprovada pelo fogo posto no estádio da Luz, pela coacção sobre o árbitro assistente José Cardinal, pelas imagens instigadoras à violência colocadas no túnel do estádio de Alvalade, isto só para falar nesta época desportiva.

Portugal é mesmo um país de hipócritas!

terça-feira, 29 de maio de 2012

Estou intrigado com a certeza do jornal O Jogo...

O jornal O Jogo foi o 1º a avançar, com toda a certeza, a contratação de Ola John pelo Benfica.

Depois de tal noticia, ouvimos o director desportivo do Twente afirmar que o valor era baixo, e que as negociações estavam paradas, dizendo, inclusivé, que não acreditava que o Benfica pudesse ir de encontro às pretensões do clube holandês.

Logo de seguida, todos os orgãos de comunicação social fizeram eco dessas palavras, pondo em causa a contratação do jogador, tendo os outros dois jornais desportivos falado em falhanço nas negociações.

Mesmo depois disto, o jornal O Jogo, teimava em afirmar que o jogador viria para o Benfica, dizendo que as palavras do director desportivo do Twente faziam parte de um acordo de sigilo que o Benfica teria assinado com o clube holandês.

O mesmo jornal foi também o 1º a dizer que o jogador já estava em Lisboa e que iria assinar contrato.

No fim de tudo, o jornal O Jogo foi o único a acertar, revelando ter acesso a informação privilegiada,  coisa que os jornais Record e A Bola, não foram capazes de ter.

Posto isto, intriga-me que um jornal com relações privilegiadas com o FC Porto, ao ponto de fazer entrevistas exclusivas com o treinador Vítor Pereira, e de ser a "voz", quando o interesse assim o exige, do clube nortenho, tenha acertado a 100% nos contornos deste negócio.

Então e A Bola, jornal sempre conotado com o Benfica?? Ficou a ver navios??

Foi o Benfica assim tão eficaz, na condução do negócio, que conseguiu esconder o mesmo dos principais orgãos de comunicação social?

Se assim foi, como é que um jornal do Porto teve acesso a informação tão certeira?

Ainda andam espiões a gravitar pela 2ª circular?

Pode não ser nada, mas lá que me ficou um pulga atrás da orelha, lá isso ficou...

domingo, 27 de maio de 2012

Programa realmente incrível mas obtuso


Como é habito aos Sábados, ouvi o PRIMO (Programa realmente incrível mas obtuso), apresentado por Nuno Markl e Vasco Palmeirim.

O convidado do programa desta semana foi António Raminhos, benfiquista confesso, e que tem feito alguns trabalhos para a Benfica TV.

Hoje fiquei a saber que o Raminhos tinha escrito uns artigos de humor para a Maxmen, relacionados com o Benfica, Porto e Sporting, em que contou algumas piadas sobre os três clubes, tendo, posteriormente, recebido, a propósito de umas "secas" que contou sobre o FC Porto, várias ameaças dos super dragões de Felgueiras, em que estes diziam que se o apanhassem por aquelas bandas que lhe tiravam a tosse.

Isto a propósito, recordo, de umas simples piadas sobre o clube azul e branco, escritas numa revista masculina.

Trago este assunto para o blog, porque isto é revelador da mentalidade daquela gentalha, que apenas sabe viver na base da intimidação, da ameaça, e da porrada propriamente dita, como podem comprovar nomes como Co Adriaanse, Rui Santos, Paulo Martins da RTP, Valdemar Duarte da TVI, aquele jornalista do JN que foi atropelado pelo motorista de Pinto da Costa, o autocarro do Benfica, etc, etc, etc... São tantos os casos, que dava para uma catrefada de páginas.

Até houve um adepto portista que ameaçou o Raminhos, dizendo que lhe dava um tiro nos cornos pelas costas. Para alem de violento, é burro. Como se dá um tiro nos cornos pelas costas???

Se dúvidas houvessem, bastou ouvir o grande Raminhos, no PRIMO, para dissipá-las!

Ouça o programa neste link, a partir do minuto 32 é que vem o assunto futebol.

Imperdível!


sexta-feira, 25 de maio de 2012

Nuno Marçal diz que tem orgulho nos adeptos portistas

O Porto já meteu este vídeo a circular, em que o Nuno Marçal vem dizer que sente orgulho nos adeptos portistas, mostrando o treinador campeão nacional, Carlos Lisboa, a fazer uns gestos menos próprios para a bancada, com a finalidade de branquear um comportamento inqualificável dos adeptos azuis e brancos.

Marçal é muito expedito na critica a Carlos Lisboa, dizendo que ele tem que ter respeito na casa do FC Porto.

Mas então e o respeito que tem que haver para com os benfiquistas? Onde é que ele esteve?

Os Benfiquistas são sistematicamente insultados, durante o jogo todo, com cânticos, como: SLB, SLB, SLB, SLB, SLB, filhos da puta, SLB, filhos da puta, SLB... e o Marçal sente orgulho desta gente, que não sabe cantar mais nada que não seja o insulto ao adversário.

O Lisboa foi insultado durante todo o jogo, ele e eu, e mais 6 milhões de pessoas, e temos que comer e calar?

Como li no grande "Colunas D´ Águias Gloriosas", Marçal, escuta, és um filho da fruta!

Vês, não é preciso usar palavrões!!

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Atenção ao Benfica-Porto em Hóquei...


A deslocação do Porto à Luz, na penúltima jornada do campeonato, vai ser decisiva para a atribuição do título.

Com todos estas polémicas, é importante estar atento às movimentações, para que não sejamos roubados na nossa própria casa.

Depois não nos podemos esquecer, que o Porto vai tentar criar um ambiente dentro do pavilhão, para que os adeptos caiam na armadilha, e criem problemas nas bancadas, para depois virem dizer que afinal a violência há em todo o lado.

O Porto vai tentar de tudo para ganhar esse jogo e este campeonato. Nós, os adeptos, não podemos ir em cantigas, nem em vinganças desnecessárias, para não colocar em causa o brilhante discurso do presidente Vieira.

O presidente já falou, hoje, nesse jogo do hóquei, por isso é sinal que está atento, e muito bem. Espero que possamos espetar mais uma facada ao Dragão, e vencer um campeonato que nos foge há mais de uma década.

O hóquei tem sido um dos desportos mais viciados em Portugal, o problema é que não tem a visibilidade do futebol, senão caía o carmo e a trindade.

Cuidado, caros benfiquistas!

Junte estas palavras e faça um texto demolidor. É capaz??

Compadrios, corrupção, violência, chantagens, fruta, burros, ameaças, represálias

Se não conseguir fazer um texto com estas palavras, não faz mal...
O presidente Vieira dá uma ajuda:

"O que se passou ontem no Dragão foi uma vergonha para o desporto, para o país, para todas as instituições desportivas. Só não foi uma vergonha para quem não tem vergonha na cara. Foi demasiado grave para ficar impune. E ainda têm a lata de falar em apagões quando a sua história foi marcada por compadrios e corrupção".

"O sistema de hoje continua a ser construído na violência e nas chantagens. As nossas razões podem não chegar à UEFA, como não chegaram as escutas da fruta. Não vamos parar enquanto não limparmos o desporto português. Burros são os que acreditam que a impunidade vai durar para sempre. Não vou descansar enquanto houver árbitros ou delegados que se sintam condicionados por ameaças e represálias".

O presidente Vieira disse mesmo isto, parece impossível, mas disse mesmo. Se ele falasse sempre assim, sem papas na língua, metendo todos os nomes aos bois, sim, aos bois, porque eles são mesmo uns grandes bois, teríamos sido campeões.

Não tenho a mais pequena dúvida!

Contra esta gente tem que ser assim mesmo. Olhos nos olhos e sem medo!

Pssssttt, Sr. presidente, importa-se de defender o clube?


É fundamental o Benfica reagir aos acontecimentos ocorridos no Dragão Caixa, e que impediram a entrega do troféu à equipa vencedora, de modo a que toda a gente perceba que a direcção protege intransigentemente os interesses do clube, e não o seu próprio umbigo, como aparenta ser quando se trata de efectuar um comunicado a desmentir nomes de jogadores lançados pela comunicação social.

O presidente tem aqui uma boa oportunidade, em virtude de uma vitória na casa do rival, e que ainda por cima deu um título, para sair do nevoeiro, e dar a cara pelo clube, pelos sócios, mas acima de tudo, por todo o grupo de jogadores, técnicos e dirigentes do basquetebol benfiquista.

Se isto fosse ao contrário, Pinto da Costa já tinha lançado forte ataque ao ministro da administração interna, já tinha aparecido em todos os serviços noticiosos a criticar a organização do jogo, já tinha vindo falar de túneis, de stewarts, da regionalização, do Pedroto, do Salazar, enfim... já tinha misturado alhos com bogalhos, mas sempre com uma intenção politica subjacente muito clara.

É esta falta de habilidade que a direcção tem. Não sabe o que dizer, quando dizer, nem como dizer.

Era preciso que Vieira viesse à praça pública dizer que afinal não é só em túneis que é preciso ter cuidado, há por aí certos pavilhões em forma de caixa que são autênticas faixas de Gaza.

Era preciso que Vieira viesse à praça pública dizer, mas de voz bem levantada, que o clube não está disposto a competir em locais onde os seus jogadores e técnicos estão sujeitos à violência que ontem se registou no Dragão, e que se tem verificado na região do grande Porto, sempre que o Benfica vai jogar para essas bandas.

É pedradas, bolas de golfe, e agora isto??

É este o desporto que o Porto cultiva??

E o nosso presidente não diz nada?

O futebol podia aprender umas coisas com o basket...


O futebol do Benfica podia aprender com a equipa de basquetebol como se ganham campeonatos em casa dos corruptos.

E já agora, à semelhança do basket, podia também ganhar 3 campeonatos em 4 anos.

Não era nada mau, porque se tal acontecesse, teríamos a hegemonia do futebol nacional, e aí é que era caso para dizer que estávamos no caminho certo.

Parabéns ao Carlos Lisboa. Um grande Benfiquista, campeão como jogador, e agora, campeão também como treinador.

É destas referências históricas que o Benfica precisa!

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Alguém que diga ao presidente Vieira para ver esta imagem:


É que eu acho que o "caminho certo", que hoje o presidente falou, de certeza que não é o que a imagem reflecte.

Se o tal "caminho certo" é este, então não vale a pena eu andar aqui a perder o meu tempo com blogues, com horas e horas a pensar no Benfica, porque o clube ganhador que eu conheci em pequeno, já não existe, já está morto, e com missa de 7º dia a caminho.

Já não tenho pachorra para ouvir o presidente a falar.

Caminho certo??  Ide todos dar uma volta ao bilhar grande!!

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Piada pós-jantar...


Recebi um e-mail "sem título". Ainda pensei em abri-lo, mas vi logo que não era para mim, e então reencaminhei-o para o Sporting...

Afinal o Benfica tem pontos a mais no campeonato



Rui Santos tem feito duras criticas às arbitragens portuguesas, reconhecendo que Benfica e Sporting foram bastante prejudicados neste campeonato, enquanto que o Porto é sistematicamente protegido pelas mesmas.

Recordemos esta fantástica intervenção no Tempo Extra, em Agosto de 2011:

"Árbitros são subservientes ao FC Porto"
"Desde há muitos anos a esta parte que existe um padrão de comportamento dos árbitros portugueses, que sistematicamente, e em caso de dúvida, beneficiam o Porto"

O que borra a pintura toda, é quando apresenta a sua Liga Real, onde para cúmulo dos cúmulos, vemos que o Porto teria exactamente os mesmos pontos, e o Benfica teria pontos a menos.

Deste modo, as suas opiniões acerca do que se passa nas arbitragens em Portugal, quanto a beneficiados / prejudicados, não são legitimadas pela classificação da Liga Real.

Não é assim que se destrói um sistema. Não se pode, num programa de vasta audiência, dizer que os árbitros beneficiaram o Benfica neste campeonato, a ponto de termos mais pontos do que o devido, porque senão as pessoas ainda pensam que é verdade.

Basta ver o que nos fizeram em Coimbra, Alvalade, Vila do Conde e em casa com o Porto.

domingo, 20 de maio de 2012

Não me digam que agora foi ao Jamor..

Depois de ontem ter estado em Munique a assistir à final da Liga dos Campeões, tendo-se marimbado para a final do campeonato de basquetebol, era de supor que hoje o grande líder marcasse presença no pavilhão da Luz, para apoiar a equipa, em tão importante desafio.

Mas claro, Vieira a apoiar as equipas "in loco"? Nem pensar!

Há sempre algo mais importante do que isso. Se calhar até foi ao Jamor ver a final da Taça...

Deprimente, muito deprimente este presidente.

sábado, 19 de maio de 2012

Bruno Carvalho escreveu no seu Facebook...


Em primeiro lugar devo dizer que não gosto de Bruno Carvalho, e não votei nele nas últimas eleições.

Creio que o Benfica necessita de um presidente com outro carisma e com outra capacidade de liderança, no entanto não posso deixar de transportar para aqui as suas palavras, escritas no seu Facebook, já que vão ao encontro de um post que aqui escrevi, e que revelam, de forma inequívoca, o papel de Fernando Gomes na FPF, o poder de Pinto da Costa no futebol português, e a falta total de influência que o Benfica tem nas principais instâncias do futebol nacional.


"O FC Porto foi surpreendido pela eleição de Mário Figueiredo para Presidente da Liga.

Mário Figueiredo conseguiu a eleição porque prometeu aos clubes o alargamento.

Logo, Pinto da Costa tornou-se, de imediato, o maior inimigo do alargamento.

O alargamento significaria a legitimação de um Presidente que não teve o apoio de Pinto da Costa e do FC Porto.

Era importante também castigar todos aqueles que apoiaram um candidato que não tinha a bênção do FC Porto.

Que fique claro uma coisa: eu também estou totalmente contra o alargamento que é uma imbecilidade atendendo à realidade financeira do futebol português.

No entanto, o chumbo da FPF da proposta da Liga para o alargamento tem uma leitura politica.

O rosto da oposição do alargamento foi Pinto da Costa.

O chumbo do alargamento tratou-se de uma vitória de Pinto da Costa.

Ficamos todos a saber que quem manda no futebol português é Pinto da Costa.

Bem, já sabíamos, mas fomos relembrados.

Ficamos também a saber porque é que Fernando Gomes é o Presidente da Federação e ao serviço de quem está.

O que não ficamos a saber é o motivo que levou o Benfica a apoiar Fernando Gomes em vez de ter apoiado Fernando Seara para Presidente da FPF.

Não se percebe pois não Sr. Luís Filipe Vieira?

Percebe-se também que o Benfica não risca nada no futebol português."


Luis Filipe Vieira tem conseguido com que o clube seja sistematicamente penalizado, ignorado e ultrapassado pelas personagens do costume, que reinam no futebol português há décadas.

Pior que tudo isso é continuar a apoiá-los...

Acorde Sr. Luis Filipe Vieira!

Música para cantar amanhã


A nossa equipa de Basquetebol ganhou, ganhou bem, só ela merecia ganhar, e agora só falta o jogo de amanhã, para carimbar o título de campeão nacional.

Carlos Lisboa merece uma palavra de apoio, porque montou uma defesa muito forte, o que permitiu vencer a partida.

Eu que já fiz um post a criticar as suas competências de treinador AQUI, devo dizer que estava enganado. Lisboa evoluiu, e está prestes a vencer o campeonato.

Amanhã que todos cantem: "Cheira bem, Cheira a Lisboa"


As prioridades do presidente Vieira

Se o Benfica tivesse um presidente em condições, ele tinha estado a assistir ao jogo de Voleibol, no pavilhão da Luz, entre o Benfica e o Espinho, que decidiu o título de campeão.

Se o Benfica tivesse um presidente em condições, ele estava hoje no pavilhão da Luz, a assistir à final do campeonato de basquetebol, entre o Benfica e o Porto,

Ao invés disso, o Sr. Luis Filipe Vieira prefere ir ver a final da Champions. As modalidades que se fodam...


Com estas atitudes, o sr. Luis Filipe Vieira dá provas que se está a marimbar para as modalidades do clube, e para os títulos que as mesmas possam conquistar.

Mas os sócios que estejam á vontade. Ele de seguida apresenta o Simão, e toca a votar tudo nele em Outubro.

Deprimente!!

O extremo que devíamos contratar era este:


O Benfica devia deixar-se de merdinhas e merdonas, e contratar o Salvio ao Atlético de Madrid.

As apostas em jogadores jovens, sem experiência no campeonato português, e sem a capacidade mental para aguentar a pressão de um grande, como é o caso do Benfica, por vezes correm mal. Gasta-se o dinheiro, e não se obtém rendimento do jogador.

Foi assim com Fernandez, Eder Luiz, Kardec, Keirrison, etc...

Salvio é um jogador com outra maturidade. Já cá esteve, foi feliz, e por isso, aliado à sua qualidade futebolistica, a sua contratação devia ser uma prioridade.

Não percebo como se pode fazer uma aposta de risco em Ola John, gastando 8 milhões de euros, e não se ataca Salvio, que está como suplente em Madrid.

Não está em causa o valor do jogador nigeriano, mas tem apenas 19 anos, e pode não se conseguir adaptar, e depois lá vai o guito pelo cano abaixo...

Ou então é como Di Maria... só explode ao fim de 3 anos, e entretanto lá continuamos nós a ver os outros a ganhar campeonatos.

Abram os olhos!!

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Pinto da Costa arrasado por Manuel Moura dos Santos

Se Simão vier para o Benfica...


Terão que explicar muito bem ao jogador que:

-Luisão é o capitão da equipa

-Quem marca os penaltis é o Cardozo

-Não tem a titularidade assegurada

Se isto ficar claro desde o principio, e o jogador vier como veio o Rui Costa, ou seja, para acabar a carreira no clube do coração, metendo-o sempre à frente dos interesses pessoais, então será uma excelente contratação.

Simão é um símbolo do clube. É talvez o melhor jogador do clube da última década, daí que não podemos tratar esta possível contratação de ânimo leve.

Simão é um jogador com 32 anos, tem muito peso dentro do balneário, e estou em crer que ainda dará muito ao clube.

Prefiro um Simão e um Aimar com 32 anos, do que um Keirrison ou um Fernandez com 20 anos.

A qualidade e a classe, não se compram na farmácia. Ou se tem, ou não se tem. É simples...

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Foi aberta a caixa de Pandora...


"Aceito árbitros estrangeiros na Liga"

Em primeiro lugar, esta declaração do responsável dos árbitros é um enorme disparate, porque é proferida no dia em que é oficial a nomeação de Pedro Proença para apitar a final da Champions.

Se temos árbitros assim tão bons, a ponto de apitarem finais de Champions League, porque necessitamos de juízes estrangeiros?

Do ponto de vista das vitimas sistemáticas, como é o caso do Benfica, esta declaração é uma frase que deve servir de arma de arremesso, sempre e quando os senhores de preto voltem a roubar, de forma escandalosa, o nosso clube.

Vítor Pereira, de forma escusada, criou um fantasma, que o vai perseguir até ao final dos seus dias.

Vamos a ver com que habilidade esse fantasma vai ser utilizado, pelo Benfica, daqui em diante...

Foi aberta a caixa de pandora na arbitragem portuguesa!

3 jogadores, 3 oportunidades de negócio

As vendas de Wass por 3 milhões (http://www.ojogo.pt/28-138/artigo985553.asp), e de Jardel por 4 milhões (http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=331642), poderiam dar um excelente encaixe financeiro à SAD do Benfica.

Desportivamente ficaríamos iguais, já que jogadores como o Dinamarquês e o Brasileiro há por aí aos montes.

Daí que vejo com bons olhos a concretização desses dois negócios.

Outro activo que pode render um bom encaixe, é Alan Kardec. O brasileiro tem evoluído muito bem no Santos, e pode ser um jogador com bastante mercado, principalmente no Brasil.

Aqui há 3 hipóteses:

-Deixar o jogador evoluir no Santos mais 1 ano, já que se mantiver este crescimento, poderá integrar o plantel do Benfica no futuro, com outra maturidade e tarimba, caracteristicas que lhe faltaram na 1ª passagem pela Luz.

-Vender o jogador ao Santos, ou a qualquer outro clube Brasileiro, para efectuar encaixe financeiro.

-Fazer o jogador regressar para efectuar a pré-época, e depois decidir o que fazer.

Eu, como acredito neste jogador, acho que o deixava estar mais um ano no Santos, a evoluir com jogadores como Neymar e Ganso, para daqui a 1 ano fazê-lo regressar à Luz, para integrar o plantel.

terça-feira, 15 de maio de 2012

O Papa falou, e o sacerdote cumpriu...

A FPF deu sinais de abertura a uma nova proposta de alargamento, depois de ter rejeitado a 1ª ideia apresentada pela Liga.

Ouvi o presidente da federação dizer que estava disponível para ouvir uma nova proposta, por parte da Liga, e que o alargamento era uma solução a ser estudada e analisada pelo orgão máximo do futebol português.

Hoje vemos isto:


Ora, isto não tem lógica nenhuma. Se a FPF estava contra qualquer tipo de alargamento, deveria ter assumido tal posição logo no principio do processo.

Isto de iludir os clubes, criando falsas expectativas nos presidentes dos mesmos, não é digno de gente séria.

Não deixa de ser engraçado que a FPF rejeita o alargamento, depois do Porto ter manifestado uma posição contrária ao mesmo, e depois de Pinto da Costa ter efectuado diversas entrevistas em que criticou o presidente da Liga, e o seu compromisso, com os pequenos clubes, de não haver descidas.

Enquanto Pinto da Costa andou discreto relativamente a este assunto, a FPF não rejeitou o NÃO, mas também não confirmou o SIM. Manteve uma posição de que poderia ceder às vontades dos clubes, se a proposta fosse justa para todos, e não fosse penalizante, ou pelo menos muito penalizante, para a verdade desportiva.

Se a proposta apresentada até foi a mais coerente e lógica, então porquê o NÃO?

O Papa falou, e o sacerdote-mor cumpriu as suas indicações...

Simples, não é??

segunda-feira, 14 de maio de 2012

O suplente sonante


Espero que o Nuno tenha percebido, que a sua ida para o Braga foi um rotundo falhanço. Estragou a sua imagem junto dos Benfiquistas, e não conseguiu o seu objectivo de ir ao Europeu.

Afinal Jorge Jesus tinha razão, quando entendeu que o Nuno Gomes já não era um jogador para as mais altas andanças do futebol de alto nível.

O Nuno quis provar que não, mas enganou-se!

Leonardo Jardim via Nuno Gomes como um suplente sonante, útil para jogar os últimos 20 minutos, quando as defesas adversárias já estavam todas rotas.

Paulo Bento nem para suplente sonante conta com ele...

sábado, 12 de maio de 2012

Ainda há jornalistas com os tomates no sítio...



"O presidente do FCPorto afirmou ontem, à margem de uma sessão pública, que as entrevistas concedidas por Jorge Jesus e João Gabriel a A BOLA decorreram de uma estratégia concertada num almoço no Hotel Tivoli.

E insinuou haver conivência de A BOLA nessa conspiração.

Ora, uma afirmação destas, sem pés nem cabeça, só pode ser para rir - e como precisa o País, nestes tempos de crise, de bons humoristas, cuidado Ricardo Araújo Pereira que há concorrência à vista... - porque a relevância jornalística das entrevistas era tal que nem mesmo Jorge Nuno Pinto da Costa resistiu a comentá-las!

O que terá, então, levado Pinto da Costa a investir contra A BOLA, ao mesmo tempo que iludia as questões que lhe eram colocadas sobre a continuidade de Vítor Pereira?

Só o próprio PC poderá desvendar o mistério, sendo que há imbecilidades que, para nós, são verdadeiras medalhas.

Jorge Nuno Pinto da Costa não gosta de quem não vai ao beija-mão papal, de quem não se ri de tudo o que lhe sai da boca, de quem não fica em êxtase cada vez que declama o poema do costume e, last but not least, de quem não esquece tudo o que ouviu e leu no processo Apito Dourado.

Mas, sobretudo, não gosta de quem não se deixa amordaçar e intimidar, de quem exerce a liberdade de expressão segundo uma avaliação livremente feita, de quem acredita que vale sempre a pena lutar pela verdade e que as vitórias desportivas não devem servir para anestesiar consciências.

É, pois, normal, que Jorge Nuno Pinto da Costa se sinta incomodado com um jornal como A BOLA, que tem princípios, vive de espinha direita, preza o pluralismo e respeita as várias correntes de opinião que aqui têm espaço e muito nos honram.»

- José Manuel Delgado, jornal A Bola, 11 Maio 2012

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Guia de marcha para os seguintes jogadores:

Uns por um motivo, outros por outro, mas estes são aqueles jogadores que eu abdicava para a próxima época:

Eduardo - Porque não faz sentido pagar um ordenado elevado a um guarda-redes que só joga na Taça da Liga e na Taça de portugal.

André Almeida - Não tem a mínima qualidade para jogar na 1ª divisão, quanto mais no Benfica...

Emerson - Vale a pena dizer alguma coisa??

Capdevila - Apesar de ser um nome com peso, já não é o mesmo de há uns anos atrás. O Benfica necessita de um jogador mais jovem, mais rápido, e com margem de progressão, afim de gerar receita no futuro, e o espanhol ganha muito dinheiro para ficar como 2ª escolha.

Saviola - No "novo" esquema táctico, não cabe. E depois o Benfica tem Rodrigo e Nélson Oliveira, dois jovens com imensa margem de progressão, que necessitam de jogar para se valorizarem. O "El Conejo" tem o mesmo problema de Eduardo e Capdevila, ou seja, ganha muito dinheiro para estar no banco. O Benfica não se pode dar ao luxo de ter suplentes a ganhar mais dinheiro do que os titulares.

Gáitan - Tem que ir embora, porque chegou a sua hora. Não é nenhum imprescindível, não resolve jogos sozinho, e o clube necessita de dinheiro. Para o lugar dele não faltam soluções, quicá bem melhores.


quinta-feira, 10 de maio de 2012

Concordo a 100% com a afirmação de Vítor Pereira


Foi preciso chegar o final de época, para concordar, pela 1ª vez, com o treinador do Porto.

Eu, se estivesse no seu lugar, e tivesse ganho este campeonato, também diria o mesmo, porque ganhar com ajudas escandalosas dos árbitros não é mérito para ninguém.

Vamos aos factos. Vamos analisar os jogos em que o Benfica perdeu pontos na 2ª volta:

-Guimarães 1-0 Benfica - Nada a assinalar

-Académica 0-0 Benfica - Penalty não assinalado sobre Aimar

-Benfica 2-3 Porto
1º golo do Porto irregular, já que Lucho corta a bola com a mão, para depois servir Hulk, que faz o 0-1
2º golo do Porto irregular, já que a jogada nasce de uma falta não assinalada sobre Witsel, à entrada do grande área do Porto.
3º golo irregular, já que Maicon está em claro fora de jogo

-Olhanense 0-0 Benfica - Expulsão perdoada a Toy, por entrada idêntica à de Aimar na 2ª parte. Falta de critério do árbitro da partida

-Sporting 1-0 Benfica - 2 grandes penalidades não assinaladas contra o Sporting, por faltas sobre Gáitan e Luisão

-Rio Ave 2-2 Benfica - 2 grandes penalidades não assinaladas, por empurrões sobre Cardozo e Saviola

Daí que, as perguntas que se colocam são:

-Como é possível que não tenham sido assinaladas 5 penalidades a favor do Benfica, nos jogos em que perdemos pontos?

-Como é possível que o Porto tenha ganho na Luz com 3 golos irregulares?

-Como é que se pode dar mérito a Vítor Pereira, depois de tudo isto?

Como diz o Rui Santos, isto é uma farsa!!

segunda-feira, 7 de maio de 2012

João Gabriel saiu do estado de hibernação...


João Gabriel veio dizer que há árbitros que fazem ameaças ao Benfica, durante as reuniões técnicas, e que têm uma postura muito arrogante, relativamente ao clube.

Há que denunciar, caralho! Quem são os gajos? Isso é que a gente tem que saber, não é vir com frases feitas para a comunicação social, que assim ficamos a saber o mesmo. Quem são??

De qualquer das formas, esta entrevista vem no seguimento de uma politica traçada pelo presidente, de enviar para a frente de batalha todos os seus peões, para irem desbravando caminho, para que ele possa aparecer num cenário mais desanuviado, e propício a uma tiradas do género "Sem mim, o Benfica fecha já amanhã", para poder ganhar as eleições.

No entanto, o presidente Vieira é o grande responsável pela forma como a arbitragem trata o Benfica, porque sempre se calou ao longo da época, escondendo-se atrás do chavão "só falo de árbitros quando eles forem profissionais", como se isso resolvesse o problema. Passavam de ladrões amadores, para ladrões profissionais...

Não viram como o Vítor Pereira se queixou vezes sem conta, no final do jogo de Barcelos, falando das faixas que podiam entregar ao Benfica? E o que aconteceu a partir daí?

Abriram uma auto-estrada para o Porto chegar ao título...

Não viram como o Vítor Pereira se queixou dos bloqueios (que efectivamente existem) nos lances de bola parada do Benfica? E o que aconteceu a partir daí?

Começaram a marcar faltas ao nosso ataque.

Por isso é que digo, que mais uma vez perdemos, porque não temos força nenhuma na liga e na federação.

Pensamos que lá por apoiar incondicionalmente um corrupto, ele nos iria dar alguma coisa em troca...

Triste clube, este meu SLB.


A equipa de Voleibol merecia mais respeito por parte do presidente Vieira


As modalidades do Benfica estão completamente abandonadas pelo presidente Vieira.

Hoje, ouvimos o treinador da equipa de Futsal dedicar a vitória, na final da taça, ao presidente, dizendo que Luis Filipe Vieira merece esta vitória, porque oferece todas as condições para que a equipa tenha sucesso.

Não discordo, mas mantenho a 1ª frase deste post. Confuso? Passo a explicar...

Ontem, no jogo decisivo da final do campeonato de Voleibol, onde esteve o presidente Vieira? Eu não o vi nas bancadas do pavilhão da Luz.

Aliás, a quantos jogos é que o presidente Vieira assistiu este ano nas mais diversas modalidades do clube?

Não estou a dizer que o homem tenha que ir a todos os jogos. Mas uma final?? Porra, que liderança é esta??

Que coisa mais importante tinha o presidente Vieira para fazer, do que assistir a uma final, que poderia dar um título nacional a uma equipa do Benfica?

Mas Vieira é isto mesmo. Dá todas as condições, como diz o treinador do Futsal, e depois limpa aos mãos e espera por resultados.

É um líder de bastidor. Paga a tempo e horas, proporciona excelentes condições de trabalho, de treino, etc... mas não tem uma liderança activa.

Não acompanha as equipas, não se mostra presente, e com isto dá uma sensação de orfandade aos treinadores e jogadores do clube. Se há jogos da equipa de futebol que não entram na sua agenda, então o que dizer das modalidades.

É uma falta de respeito para com os profissionais do voleibol, que o presidente, num dia tão importante, não queira saber de estar presente.

Eu não quero um líder assim... É mais um exemplo da liderança errada que o presidente Vieira delineou para o clube.

sábado, 5 de maio de 2012

Um clube derrotista

Os juniores e o voleibol foram hoje o espelho do que é o Benfica de Luis Filipe Vieira: Um clube sem estofo, sem mentalidade ganhadora, e ultra derrotista.

Nem tenho palavras para descrever o desânimo que sinto, por ver o meu clube nesta maneira.



Leiria na Luz com táctica à James Bond

"Eles jogam em quê? 4-4-2 ou 4-3-3?

Népia, meu... Eles agora jogam na táctica James Bond, é 0-0-7

...

Só estas a gozar porque o Benfica não vai jogar com 8...

Não vai jogar agora, mas e quando nós jogávamos com Bossio, Dudic, Rojas, Uribes, Chano e Toy, aí não jogávamos com 8, jogávamos com 5...

Fantástico!!

Grandes Aristocratas!!


Contas à merceeiro: Aquela máquina!

Fazendo assim umas contas à merceeiro, ou seja, com um lápis e uma folha de papel toda amarrotada em cima do joelho, chego a conclusão que o Benfica perdeu o campeonato em 3 jogos, senão vejamos:

-Neste momento o Porto tem 69 pontos, e o Benfica 63

-Jogo nº1: Académica - Benfica: Penalty escandaloso não assinalado a Aimar, com consequente perda de 2 pontos. Benfica teria 65 pontos.

Jogo nº 2: Porto - Benfica: Golo de Maicon em claríssimo fora de jogo, com consequente perda de 1 ponto para o Benfica, e 2 pontos a mais para Porto. Benfica teria 66 pontos e Porto 67.

Jogo nº 3: Rio Ave - Benfica: Dois penaltis do tamanho do estádio não assinalados a favor do Benfica, com consequente perda de 2 pontos. Benfica teria 68 pontos e Porto 67.

Bastaram estes 3 jogos para roubar o campeonato ao Benfica. As contas à merceeiro são como o gajo da Regisconta: Aquela máquina!


sexta-feira, 4 de maio de 2012

Veira já percebeu que o tapete está a fugir...


O presidente Luis Filipe Vieira anda apavorado. Pelo menos essa é a imagem que transmite, depois de ver a sua presidência ser tão contestada, por adeptos, comentadores, blogues, etc...
A sua posição resguardada, diz isso mesmo.

Há na nação Benfiquista um sentimento de que o presidente está gasto, que já não consegue ludibriar os sócios com as suas conversas do "Benfica estava falido", e nem os "peões" Jorge Jesus e António Carraça, que foram enviados para a frente de combate para ver a reacção dos adeptos, conseguiram alterar esse sentimento cada vez mais profundo dos Benfiquistas.

Depois do treinador e do director geral, falta falar o presidente. E ele tem muito para dizer...

Desde logo, convinha explicar porque motivo a situação dos direitos televisivos ainda não está definida. Será porque os resultados desportivos não ajudam a um acordo (mais um) com a Olivedesportos?

Também seria importante explicar porque motivo a "politica do silêncio", utilizada em toda a época, foi um rotundo fracasso.

De seguida, gostava que o presidente explicasse porque razão temos um departamento de comunicação ao nível de um clube amador, tendo lá gajos pagos a peso de ouro, principalmente João Gabriel, que desapareceu completamente dos holofotes da ribalta.

Como é possível, que um clube como o Benfica não crie regras aos seus funcionários, sobre entrevistas e intervenções públicas, como foi o caso da anedótica entrevista de Manuel Sérgio ao site "zero zero"?

Gostava também de ouvir o presidente falar sobre as noticias das abordagens a Villas-Boas e Rui Faria...

Por fim, seria bom que Vieira dissesse, de forma categórica, se mantém a frase "Apoiamos incondicionalmente Fernando Gomes". Essa seria a pergunta dos 100 mil euros!!

Como vê, caro presidente, há assuntos que os Benfiquistas estão à espera que o sr. os aborde.

Com certeza que têm mais relevância, do que a situação do Odivelas FC...


Dantes havia a Conversa da Treta, agora há as Entrevistas da Treta...


A entrevista de António Carraça foi muito bonita, mas não trouxe nada de novo, e o nevoeiro continua a ser muito denso.

Gostava que ele explicasse o caso Manuel Sérgio, e os motivos que estiveram por detrás das suas declarações e do seu afastamento.

Seria mais útil uma resposta a essa questão, do que o bajular fácil e gratuito ao presidente Vieira, que foi a nota dominante desta aparição do director geral do futebol Benfiquista.

Aliás, o nosso foco não deve estar nestas declarações inócuas e sem qualquer relevância, porque o que foi dito já toda a gente sabe.

O nosso foco deve estar na busca de soluções para a crise de resultados que o clube atravessa. E essa solução, como já aqui defendi, passa pela aparição de candidatos à presidência do clube, que possam efectuar um corte radical com este Benfica derrotista e sem qualquer mentalidade de vitória.

O Benfica necessita de criar o vício da vitória. Precisa de alguém que traga garra, coragem, e capacidade ganhadora.

Para já não se vê nenhum candidato a dar os primeiros passos. Ainda está tudo muito escuro.

O meu medo é que não haja nenhum Benfiquista com vontade e/ou condições para apresentar uma candidatura forte, para fazer frente à "monarquia" Vieira, e com isso, tudo ficar na mesma, para gáudio da nação portista que vai somando títulos a um ritmo alucinante.

O que é mesmo importante são as eleições. As entrevistas da treta nem aquecem nem arrefecem!


quinta-feira, 3 de maio de 2012

Este blog anda a ser muito visitado...


Informo todos os gajos que diariamente não têm nada que fazer, e que vêm para os blogues pastar a toura, lendo coisas que não interessam ao menino Jesus, e que nada contribuem para o aumento da conta bancária, que esta espécie de blog, que se intitula Benfiquista Fanático, porque não tive inteligência para mais, atingiu a anedótica fasquia dos 100 mil visitantes, em apenas 4 meses.

Malta, ide trabalhar, caramba! Ide fazer alguma coisa que valha a pena.

Ide atravessar velhinhas nas passadeiras, ou pintar paredes de estádios de futebol.

Deixem-se destas paneleirices dos blogues, porque aqui não se aprende nada.

Que vicio...

PS: Já que o presidente trata tão bem do património, não poderão os blogues serem considerados como tal? Como património do clube? Será que o museu do Benfica vai lá ter um canto para os blogues mais emblemáticos e influentes do clube?
Fica o bitaite...

Analisando a entrevista encomendada de Jorge Jesus ao jornal A Bola


A entrevista de Jorge Jesus, ao jornal A Bola, foi encomendada pela direcção do Benfica, afim de passar a ideia aos sócios que Jesus vai continuar, que o mesmo até é um gajo humilde, que reconhece os erros, que o técnico nunca esteve em causa, e que a hipótese Porto nunca se colocou, porque "quem chega ao topo não quer andar para trás".

Esta última frase é de mestre. Quem a terá escrito para que Jesus a dissesse?

Eu até acho bem. Se Vieira não tem intenções de sair, como parece ser o caso, então deve ir com o treinador até ao fim. Se morrer um, deve morrer o outro!

O problema é que Jesus vai continuar, não pelo motivo atrás referido, mas sim porque falharam as tentativas de contratar Villas-Boas e Rui Faria, já para não falar em Scolari.

E aqui é que reside o problema. Que presidente é este, que não assume a ruptura com o actual treinador, tentando, na surdina, contratar um novo técnico, mas como falhou, dá a sensação de que Jesus nunca esteve em causa?

As voltas que este presidente dá... Não era mais fácil assumir pessoalmente o falhanço dos dois últimos anos, e dizer aos sócios que vai convocar eleições antecipadas, para dar oportunidade, aos mesmos, de avaliarem o seu trabalho, e caso entendessem que estava na hora de uma nova direcção, então que assim fosse?

Tenho pena de Vieira, porque não tem conquistas desportivas que alicercem um novo mandato, ao invés, tem que vir recordar os tempos em que o Benfica estava falido, e falar de um museu, para albergar as taças que ele não conquistou. Irónico...




quarta-feira, 2 de maio de 2012

A propósito das noticias que dão conta da tentativa de contratação de Villas-Boas

O nosso presidente está naquela fase do desnorte absoluto, sendo que a sua saída será a melhor noticia que o Benfica pode ter nos tempos mais próximos.

Como é possível tentar contratar Villas-Boas?

Então ele não era unha com carne com Jorge Jesus?

Não falou vezes sem conta na paixão que Jesus tinha pelo Benfica, e agora quer mandá-lo embora, para ir buscar um treinador portista ferrenho, para orientar a equipa?

Não foi Vieira que disse, no final do jogo de Londres, que Jesus era para continuar, salvo se acontecesse algo fora do normal? Mudou alguma coisa entretanto, que eu não saiba?

Estávamos em 2º, e continuamos em 2º. Por isso tudo igual.

Já estávamos fora da Champions, e como ainda não fomos repescados, seguimos fora dela. Por isso, tudo outra vez igual.

Eu sinceramente já nem tenho palavras para esta palhaçada, que é o "paradeiro incerto" do presidente, nem para a falta de uma voz de comando, que venha a público dar a cara, afim de esclarecer os sócios e adeptos sobre a situação actual do clube.

O Benfica é um barco à deriva, sem capitão, porque ele foi à casa de banho e ficou lá fechado. É essa a sensação que isto dá...

O Benfica ainda é um clube grande?


Faz hoje 50 anos, que o Benfica conseguiu vencer pela 2ª e última vez na sua história, a Taça dos Clubes Campeões Europeus. No entanto, estou deprimido!

E porquê?

Porque nos últimos 50 anos, não vencemos nenhuma competição europeia, o que revela a perda de estatuto de grande clube, que o Benfica foi tendo ao longo dos anos.

Pode um clube ser apelidado de grande, quando não ganha nenhuma prova europeia, durante 50 anos?

Pode um clube ser apelidado de grande, quando ganha apenas 3 campeonatos, durante os últimos 20 anos?

Pode um clube ser apelidado de grande, quando vence apenas 3 taças de Portugal, durante os últimos 20 anos?

Pode um clube ser apelidado de grande, quando não joga uma final europeia há 22 anos?

Pode um clube de ser apelidado de grande, quando ganha apenas 3 vezes, na casa do Porto, nos últimos 25 anos?

O meu coração diz que sim, obviamente que sim! Como é possível dizer que o Benfica não é grande?

Mas a minha racionalidade, porque o meu cérebro também analisa os factos conforme eles são, diz que não.

Eu quero o Benfica com a mesma hegemonia de há 50 anos atrás. É possível?

Ser é, mas não com este bando de dirigentes que temos, que não conseguiram incutir um espírito de vitória forte nas nossas equipas. Nem espírito de vitória, nem mística. Infelizmente...


Dado estatístico interessante

Olhando para a classificação completa do campeonato, vemos que o Benfica tem os mesmos golos marcados que o Porto.

Não é curioso ver, que uma equipa que tem dois pernetas no ataque, como Kléber e Janko, marca os mesmos golos que o Benfica, que tem Cardozo, Rodrigo, Saviola, Nolito, Gáitan, Aimar, Bruno César, etc...?

O Porto, do meio campo para a frente, resume-se a Hulk, e de vez em quando a Hulk e James.

O treinador Jorge Jesus, considerado um técnico exclusivamente de ataque, tem uma equipa que marca os mesmos golos, que o Porto de Vítor Pereira, um treinador que premeia mais o equilibrio da equipa.

O Benfica, tirando uma meia dúzia de jogos na Luz, nunca foi uma equipa com mais capacidade concretizadora que o Porto. É o que os números dizem: 62 golos para cada equipa.

É claro que não foi por causa disto que perdemos o campeonato, porque como dizia Phil Jackson, quem ganha os campeonatos são as defesas, e a nossa sofreu mais 9 golos que o Porto.

Agora não me venham com cantigas. Já aqui disse que Nolito, se fosse mais vezes utilizado, tinha marcado para cima de 15 golos no campeonato, porque é um jogador que anda sempre à "cuca".

Saviola também foi muito mal rentabilizado.

Gáitan foi um jogador, na maior parte das vezes, inconsequente. Naquela posição tem que marcar os mesmos golos que marcou o James.

E é nestes detalhes, na produtividade de alguns jogadores, e na fragilidade da nossa defesa, com jogadores de grande nível, que entra o demérito do treinador.

Devíamos ter marcado mais, mas, definitivamente, devíamos ter sofrido muito menos...

Por estas e por outras, é que o Porto teve algum mérito na conquista do título. Mas apenas algum... senão ainda me enchem a caixa de comentários com insultos e "deves ser portista", etc, etc...

Para esses, e porque é preciso agradar a todos os leitores, também digo: Se não fossem os ladrões dos árbitros tinhamos sido campeões. À vontadinha...

Caro Rui Gomes da Silva,


A sua preocupação com os blogues do Benfica é muito bonita, mas não vai resolver o problema fundamental do futebol português.

Se lê este blog, não fique preocupado, porque aqui sou só eu, e não existe nenhum manipulador por detrás.
Se quiser falar da qualidade dos blogues, das cores, dos esquemas, da qualidade da escrita, etc, está no seu direito, porque eles são feitos para serem lidos, e se os leitores não gostam daquilo que vêm, então estão no seu direito de opinar.

O mesmo direito que nos assiste a nós, o de opinar acerca daquilo que nos faz escrever: O Benfica e tudo o que o rodeia.

Por isso, não venha com teorias da conspiração, porque não são os blogues a causa de termos perdido este campeonato. Aliás, se tivesse passado puto ao blogues, quando o Benfica tinha 5 pontos de avanço, se calhar tínhamos ganho esta liga.

Os blogues alertam, denunciam, defendem os interesses do clube. Uns podem ser mais "broeiros" a escrever, outros mais iluminados, mas a intenção é sempre essa: Defender o clube, contra tudo e contra todos!

Quanto à direcção do qual faz parte, e que apoiei durante muito tempo, não posso dizer o mesmo. Sabe porquê?

Porque o "mandato desportivo", que agora está a acabar, rendeu apenas 1 campeonato e zero taças de Portugal.

E sabe porque motivo isso aconteceu? Foi por causa dos blogues?

Se os tiver no sítio, os tomates é claro, então utilize a caixa de comentários para responder a essas questões.

PS: Este post pode dar ideia que eu não gosto lá muito de si. Se for esse o caso, então é porque consegui passar a minha intenção correctamente.




Considerações e curiosidades acerca do pior que existe no futebol português: Os árbitros


Os árbitros portugueses são a pior classe que existe no desporto português. Não conseguem ser isentos, são facilmente influenciáveis pelo poder dirigente, são arrogantes e vaidosos, e encaram sempre os erros, por mais grosseiros que sejam, como algo que faz parte do oficio.

Depois, quando abandonam a profissão, opinam em jornais e televisões, sobre os erros dos seus colegas, como se fossem seres perfeitos, que quando estiveram no activo, nunca erraram.

Resolvi escrever este post acerca dos homens do apito, no dia em que surgiu a noticia que o Benfica tem uma lista negra de árbitros, porque as arbitragens, na parte final do campeonato, prejudicaram o Benfica de forma inenarrável, levando ao colo o Porto, que nunca praticou um futebol que lhe permitisse ser campeão.

Fernando Seara, na TVI 24, perguntou porque motivo o árbitro Olegário Benquerença, que não apitava o Benfica desde a deslocação a Guimarães, na época passada, voltou para arbitrar a ida do nosso clube a Vila do Conde.

Se não teve condições para apitar nenhum jogo do Benfica, durante esta liga, porque razão voltou a ter condições, num jogo que poderia dar o título ao Porto?

Porque razão Olegário não marcou dois penaltis indiscutíveis a favor do Benfica? Ambos foram muito mais nitídos, que aquele que ele marcou na 1ª jornada, a favor do Porto, na deslocação a Guimarães.

Depois querem que não hajam suspeitas sobre as nomeações, e sobre as actuações dos árbitros.

Porque motivo Vitor Pereira, nomeou Olegário para Vila do Conde, sendo ele genro de António Garrido, ex-árbitro ligado à estrutura do FC Porto?

Desde as queixinhas de Vitor Pereira (treinador do Porto) em Barcelos, que as arbitragens começaram a inclinar o campeonato.

Em Coimbra, jogo anterior ao Benfica - Porto, era fundamental que o Benfica perdesse pontos, E o que aconteceu? Uma penalidade do tamanho do estádio, não foi assinalada a favor do Benfica, com o árbitro a mostrar o cartão amarelo a Aimar. Ridículo e insultuoso...

Depois, na jornada seguinte, no jogo do título, foi nomeado o árbitro especialista em gamar o Benfica: Pedro Proença. O mesmo que em 2008 tirou o campeonato ao Benfica no Dragão, voltou a tirar o campeonato ao nosso clube, com uma arbitragem sempre a favor do Porto, culminada com a validação de um golo em claríssimo fora de jogo de Maicon.

Em Olhão, Aimar foi expulso, e bem expulso, mas o mesmo critério não foi aplicado na 1ª parte, quando Toy fez uma entrada idêntica à de Aimar, sobre Javi Garcia. O árbitro viu a falta, porque a assinalou, mas nem amarelo... Outra vez ridículo e insultuoso...

Em Alvalade, um penalty descarado, logo no primeiro minuto, não foi assinalado, não permitindo ao Benfica entrar no jogo a ganhar.

Esta sucessão de erros, todos eles primários e básicos, dando mesmo a sensação de prazer e gozo em prejudicar o Benfica, são momentos marcantes nesta liga. Caso fossem ajuizados de forma correcta, a classificação seria esta?

Na época passada arrumaram o Benfica na fase inicial, este ano foi na fase final da época.

Não é estranho que Pedro Proença não tenha apitado nenhum jogo dos quartos de final, nem das meias finais da Liga dos Campeões, ele que é um dos 12 árbitros nomeados para o Euro 2012?

Os quartos de final e as meias finais da Liga dos Campeões têm 12 jogos. Havia jogos suficientes para que cada um dos árbitros que vão estar no Euro, pudesse apitar. Pedro Proença não esteve em nenhum desses 12 jogos. Estranho...

Os árbitros portugueses decidem campeonatos há 30 anos. Não tenho a minima consideração por eles.

São o que de pior existe no desporto em Portugal!





terça-feira, 1 de maio de 2012

Missing


Tenho acompanhado, com especial atenção, esta série, que estreou recentemente em Portugal, devido ao facto de gostar de suspense, mistério, agentes secretos, e de acção quanto baste...

A série fala do desaparecimento do filho de uma ex-agente da CIA, que empreende uma busca incessante para encontrar o seu herdeiro.

Perguntam os meus leitores: o que é que isto tem a ver com o Benfica?

Tem a ver, porque neste momento quem está "Missing" é o nosso presidente. A equipa perdeu o campeonato, o Olegário voltou a gamar o Benfica, o site "zero zero" diz que o Jesus vai para o Porto, o Eugénio Queiróz escreveu no Record que o Vieira está há 2 semanas em conversações com o Villas-Boas, o Manuel Sérgio dá uma entrevista a dizer que o Jesus vai para o Porto ou para o Valência, o Benfica desmente no site tal entrevista do "velhote", o site "zero zero" prova que a entrevista existiu, colocando o audio da mesma, o Benfica retira o comunicado do site, que negava a entrevista, e no meio de tanto barulho, nem uma palavra do presidente. Nem uma puta palavra!!

Será que o Benfica está em auto gestão e os sócios não sabem?

Será que o Viera foi raptado, tal e qual o chavalo da série, e está refém em alguma mansão de algum país do leste europeu, sem contacto com o mundo, e a gente não sabe?

Eu vou continuar a ver a série, para ver em que episódio o chavalo vai ser encontrado, pode ser que aí o presidente Vieira apareça.

E ainda há gente a apoiar este presidente... O Benfica está moribundo, abandonado, morto...

Acordem, CARALHO!!!!!!!!


segunda-feira, 30 de abril de 2012

Os motivos para a escolha de Preud´Homme para treinador do Benfica

O próximo treinador do Benfica, deverá preencher os seguintes requisitos:

1. Deve ser jovem e ambicioso. Não sou apologista de mandar vir um treinador experiente, com carreira feita, com títulos ganhos, porque, desse modo, não terá os níveis de ambição necessários para triunfar na Luz, uma vez que não precisará de dar provas de competências, porque já as deu no passado em outros clubes.

2. Deve ser português, ou um conhecedor profundo do futebol cá do burgo e da dimensão do Benfica. Não sou apologista de mandar vir um técnico estrangeiro, desconhecedor do futebol português, da realidade das equipas pequenas, e de todas as vicissitudes que o futebol nacional tem. Deve ser alguém com conhecimento de causa, que saiba como funciona o sistema, como funcionam as habilidosas arbitragens, que esteja preparado para enfrentar os boatos da comunicação social, e que tenha uma grande capacidade de comunicação.

3. Deve ser alguém que crie, de imediato, uma onda de confiança na nação benfiquista, daí que tem que ser um treinador empático, com uma qualquer ligação afectiva ao Benfica, e sem qualquer ligaçao passada aos outros grandes clubes portugueses, porque isso, quer queiramos, quer não, vai se voltar contra ele, em algum momento da temporada.

4. Deve ser uma figura que, pela sua carreira, cria um enorme respeito nos jogadores, adeptos, comunicação social, e equipas adversárias. Deve ser alguém que tenha um ar simples, mas com muito para ensinar.


Depois de apresentados estes pontos, e de olhar para os treinadores portugueses, não vejo nenhuma escolha óbvia. Não gosto de Leonardo Jardim!

É um técnico sem carisma e muito apagado, e apenas o refiro porque vieram algumas noticias a público acerca de um possível interesse do Benfica.

E na 1ª liga, estamos conversados...

Olho para outros treinadores portugueses, como Paulo Bento e José Peseiro, mas não me convenço com nenhum deles. Paulo Bento tem algumas virtudes, mas nunca praticou um futebol de encher o olho. É um técnico muito à italiana, muito rigido tacticamente, e que cria muitos problemas com os jogadores.

José Peseiro é um treinador com bastantes competências, que pratica um bom futebol, mas não tem a tal ligação afectiva ao clube, e não suscitaria grande entusiasmo da massa adepta nos tempos iniciais.

De resto, no panorama nacional, não estou a ver mais ninguém.

Olho então para o estrangeiro, e vejo 3 nomes:

Scolari, Boloni e Preud´Homme

O brasileiro é da chamada linha dura. Autoritário, sem papas na lingua, é um técnico que se deu bem em Portugal. No entanto, não tem tido grandes resultados pelos clubes por onde tem passado, cria muitos problemas, e está naquela fase do "eu já não preciso provar mais nada a ninguém".

Seria, no entanto, um treinador que cairia bem em alguns sectores benfiquistas, porque sempre foi um homem que nunca alinhou com o Porto. Não tendo a tal ligação afectiva ao clube, o facto de ser anti-Porto, seria, para alguns benfiquistas, quase a mesma coisa.

Boloni foi campeão nacional no Sporting, e é um treinador que sempre apreciei. Bom comunicador, pessoa simples, faz da aposta na formação um dos seus pontos fortes. Já passou por vários países, no entanto, sem nunca treinar grandes equipas. Neste momento está na Grécia a treinar o PAOK.

É um treinador que poderia potenciar os jovens jogadores benfiquistas, que andam perdidos em empréstimos sucessivos por esses clubes fora. Peca por não ter a tal ligação afectiva ao clube. Mas seria uma hipótese forte em cima da mesa... Gosto de Boloni!

Quanto a Preud´Homme, tenho a dizer o seguinte:

1. É um elemento consensual na massa adepta

2. Conhecedor da dimensão do clube, e do futebol nacional

3. Pessoa simples, empática e com passado, como jogador, de nível mundial, logo a causar respeito nos jogadores, e em todos os agentes desportivos deste país

4. Pessoa de grande prestigio a nível internacional, e já campeão, como treinador, no Standard de Liége, sendo também um técnico com bons resultados na Holanda, ao serviço do Twente, onde foi considerado o treinador do ano.

5. É um treinador que teria muito mais margem de manobra, do que qualquer outro, devido ao seu passado no clube, o que também é muito importante. A massa adepta do Benfica é muito impaciente com os treinadores, e um homem como Preud´Homme teria outro tipo de "ambiente", quando as coisas corressem menos bem.

6. É um homem que respira Benfica, sabe o que é a mistica, e sabe a importância do que é ganhar para os adeptos benfiquistas. Estou seguro que ficaria encantado de treinar o nosso clube, e que tudo faria para nos dar as alegrias como treinador, que nos deu como jogador.

7. Viria sedento de vitórias, porque como jogador apenas venceu uma taça de Portugal. Preud´Homme nunca viu o Marquês a vir abaixo por causa dos festejos do título. Estou certo de que lhe falta isso no currículo.

Posto isto, peço a vossa opinião. Acham que é a escolha certa? Haverá outros nomes que não me lembrei?

Pinem, perdão, opinem...


Para mim o próximo treinador do Benfica era este:


Opinem, insultem, critiquem, enfim... digam de vossa justiça!

Mais tarde, justificarei a escolha.

Eleições em Maio

O Benfica deve ir a eleições durante o próximo mês. Era isto que deveria acontecer, para que o novo presidente pudesse escolher o novo treinador atempadamente, e preparar a época com cabeça, tronco e membros.

Caso contrário, caso as eleições sejam em Outubro, desde já digo que vamos ter uma época perdida.

O barulho da campanha eleitoral, com todas as acusações fortes entre candidatos, apenas servirá para destabilizar a equipa de futebol, numa fase inicial da época, onde toda a gente sabe (excepção à temporada actual) que é onde o Benfica perde os campeonatos.

O presidente Vieira deveria ter a frieza de reconhecer que falhou, e que já não tem mais margem para mais um mandato. Eu, no lugar dele, não tinha a "cara podre", depois de tantos falhanços, de vir pedir aos sócios para votar em mim, porque desta é que vai ser...

O presidente Vieira nem se deve recandidatar nas próximas eleições! Se quer ter o minimo de respeito dos sócios, deve ter a humildade de sair pelo seu próprio pé.

Mas o presidente Vieira está agarrado ao poder, e por isso não o estou a ver a sair de mansinho.

O facto de as eleições serem em Outubro, pode ser a única coisa que pode "salvar" Vieira. Porque umas eleições em Maio, era derrota pela certa. Em Outubro, depende dos resultados da equipa, no inicio da próxima época.

Mas repito: Vieira não se deve recandidatar.

As viagens de Luis Filipe Vieira

O nosso presidente tem uma mania muito grande: A de não comparecer aos jogos da equipa, porque está em viagem pelo estrangeiro.

A juntar a isso, temos um Rui Costa que está em estado de hibernação há não sei quanto tempo, e um António Carraça que tem instruções para não falar à comunicação social.

Com tudo isto, quem defende os jogadores e o treinador quando as coisas correm mal?

Quem estava lá ontem para dar a cara aos adeptos?

O grupo de trabalho está completamente abandonado, e não há ninguém que esteja ao lado, e quando digo ao lado, é fisicamente, dos jogadores e da equipa técnica.

O presidente só aparece para dar entrevistas despropositadas às televisões, quando as coisas correm bem, e o administrador só se sabe dele quando discute em voz alta com alguém no final de um jogo.

De resto, quando é preciso acompanhar a equipa, mostrar solidariedade, defender o grupo, enfim, dar a cara e mostrar liderança, aí já ninguém aparece.

O Benfica, maior clube de Portugal, desapareceu há muito tempo, e só os mais teimosos é que não reconhecem isso.

Por isso está na hora, na hora de Vieira ir de viagem, desta feita para não mais regressar!


domingo, 29 de abril de 2012

Rua com o presidente Vieira

Gostava que o presidente, que durante o seu reinado viu o Porto ganhar 3 competições europeias, enquanto que nós nem uma final disputamos, desse a cara, e informasse a nação benfiquista, que não é candidato a mais um mandato, porque definitivamente não tem capacidade para colocar o clube a ganhar.

É importante dizer que, com toda esta hegemonia do Porto, cada vez mais existem menos crianças benfiquistas, que no norte do país é muito dificil encontrar crianças do Benfica nas escolas primárias, e a continuar assim, daqui a alguns anos, deixamos de ser o clube com mais títulos no campeonato nacional.

O presidente Vieira é um homem que tentou aniquilar o Porto fora do campo, através do processo Apito Dourado, e perdeu! Tentou excluir o Porto da Champions, e perdeu! Tentou ganhar dentro do campo, e perdeu!

Eu quero um clube que faça dobradinhas, que ganhe 4 campeonatos em 5 possíveis, que vá a finais europeias, que acorde, de uma vez por todas, deste estado melancólico em que se encontra, e ganhe! Categoricamente!

O presidente Vieira teve 10 anos para conseguir isso, e não o conseguiu. Daí que é necessário uma mudança.

Precisamos de um novo Benfica! Com um novo presidente e com um novo treinador.

Caso Vieira se recandidate e ganhe as próximas eleições, então, caros benfiquistas, a culpa deixa de ser dele, e passa a ser nossa. Porque nada fazemos para mudar uma cenário que tanto criticamos.

Chega desta miséria!!

Luis Filipe Vieira: O impotente

Resultados do reinado de Luis Filipe Vieira (últimos 10 anos), das várias modalidades:

-Campeonato Nacional de Futebol:
 Porto - 7 campeonatos
 Benfica - 2 campeonatos

-Taça de Portuigal de Futebol:
 Porto - 5 taças
 Benfica - 1 taça

-Campeonato Nacional de Basquetebol:
 Porto - 2 campeonatos
 Benfica - 2 campeonatos

-Taça de Portuigal de Basquetebol:
 Porto - 5 taças
 Benfica - 0 taças

-Campeonato Nacional de Andebol:
 Porto - 6 campeonatos
 Benfica - 1 campeonato

-Taça de Portugal de Andebol:
 Porto - 2 taças
 Benfica - 1 taça

-Campeonato nacional de Hóquei em Patins:
 Porto - 10 campeonatos
 Benfica - 0 campeonatos

-Taça de Portugal de Hóquei em Patins:
 Porto - 4 taças
 Benfica - 2 taças

Total:

Porto - 25 campeonatos e 16 taças de Portugal
Benfica - 5 campeonatos e 4 taças de Portugal

Os dados apresentados referem-se ao período 2002/03 - 2010/11

 Perante este cenário (dados factuais), é normal que depois as pessoas lhe recordem isto:



Caro presidente, obrigado por tudo, mas está na hora de ir à sua vida, e entregar o clube a alguém com mentalidade ganhadora.

A propósito da noticia da ida de Jesus para o Porto

A confirmar-se o acordo entre Jorge Jesus e Pinto da Costa, para o "catedrático" ir treinar os azuis e brancos na próxima época, só tenho a dizer que isto é de uma gravidade extrema, e também de escancarar a rir.

1. Jesus vai substituir Vitor Pereira, um treinador que vai ser campeão. Irónico...

2. Porque motivo um treinador com contrato, por mais uma época, se compromete com outro clube?

3. Que carácter é este de Jorge Jesus, que troca directamente o Benfica pelo Porto?

4. Que condições tem Vieira para se candidatar às eleições de Outubro, se despedir o treinador que escolheu para o seu mandato desportivo, e quando, no final do jogo de Londres, garantia que Jesus tinha contrato e era para cumprir?

Pessoalmente, acho que o Benfica está à beira de uma "revolução". Mudança de treinador e de presidente parecem estar iminentes.

Se Vieira segurar Jesus, compreendo que se volte a candidatar, por uma questão de coerência e convicção.

Se Vieira despedir Jesus, perde toda e qualquer credibilidade, para se candidatar às eleições de Outubro.

Se Jesus for para o Porto, os azuis e brancos vão ficar muito mais fortes, porque juntarão a força do sistema, à mistica do clube, e ao carisma e capacidade do novo treinador. Uma fórmula imbatível.

Vieira está entre a espada e a parede. E como a espada corta, e as "paredes" não andam lá muito suas amigas, creio que estava na hora de ir à sua vida, e abrir vaga para uma nova era no Benfica.

A sua liderança está demasiado desgastada... Ar fresco precisa-se!

sábado, 28 de abril de 2012

Game Over

Quem quiser que diga alguma coisa, que eu nem tenho palavras...

sexta-feira, 27 de abril de 2012

A blogosfera está do lado de Jorge Jesus


Na sondagem aqui do blog, que pode visualizar no lado direito, Jorge Jesus continua a ter a preferência dos Benfiquistas, para treinar a equipa na próxima época, já que a resposta mais votada foi:

Jorge Jesus, sem dúvida de qualquer espécie

Deste modo, o mister JJ continua a ter o apoio dos ferverosos adeptos Benfiquistas.

Pedido a Jorge Jesus: Quando te voltarem a perguntar, se sentes o lugar em risco, podes responder que os adeptos estão do teu lado, como se comprova pela sondagem do "Benfiquista Fanático".

Eu agradeceria a publicidade, e também o título, se não for muito incómodo...

A merda em que toda a gente gosta de chafurdar...

Primeiro foi a ideia peregrina de não haver descidas numa competição que já vai na sua fase final, agora é a hipótese de a União Leiria desistir da competição, afectando toda a classificação do campeonato, a 3 jornadas do seu final.

A liga, comandada por um presidente seu estofo para tal cargo, assobia para o ar, ao sabor das marés, e das vontades dos clubes que votaram em Mário Figueiredo.

A liga deveria ser exemplar, e já deveria ter actuado há largos meses atrás, fiscalizando a situação dos clubes, como a União de Leiria e o Vitória de Guimarães, e tomado as medidas necessárias para evitar estas situações.

Reparem que a Uefa não permite a inscrição do Guimarães, mas ainda não ouvi ninguém dizer se o Vitória pode participar na próxima edição do campeonato, tendo as dívidas que agora vieram a público.

Perante toda esta trapalhada, típica do futebol cá do burgo, a única coisa que ouço o presidente da Liga dizer, é que Portugal é o país mais avançado no que a regulamentos diz respeito.

Por essas e por outras, é que temos o "peso" que temos na Uefa, e vemos as nossas equipas serem roubadas à fartazana, como foi o caso do Benfica contra o Chelsea.

O presidente Vieira, em vez de andar preocupado com o Sr. Platini, devia era andar preocupado com o actual estado da liga, e em arranjar soluções para por aquilo a funcionar de uma forma limpa e transparente.

Quando tal acontecer, teremos mais hipóteses de ganhar, dentro e fora de Portuigal!

Já repararam que na última vez que a liga foi comandada por alguém de fora deste ciclo vicioso (Herminio Loureiro), o Benfica foi campeão?

E o que rapidamente fizeram ao homem? Escorraçaram-no!

Para quê? Para continuarmos na merda, nesta merda! A merda em que toda a gente gosta de chafurdar!

Encontrem lá um adjectivo para isto...

O futebol português está pelas ruas da amargura. Ordenados em atraso, dívidas ao fisco e à segurança social, transferências por pagar, clubes sem adeptos nas bancadas, dirigentes a vigiarem dirigentes e jogadores, dirigentes a montarem armadilhas a fiscais de linha para incriminarem outros clubes, árbitros com relações de promiscuidade com dirigentes desportivos, e qual a preocupação de toda esta gente?

Aumentar o nº de clubes nas ligas profissionais!

Uma grande salva de palmas para todos estes palhaços, que em vez de se preocuparem com questões de fundo e estruturais, querem colocar mais clubes no meio de toda esta miséria.

Qual então o adjectivo que melhor descreve esta triste realidade?

Só faltava o cabeleireiro apitar a final...

Depois de ver Damir Skomina receber como prémio, da sua fabulosa actuação no Chelsea - Benfica, a meia final da Liga Europa, entre o Valência e o Atlético de Madrid, só faltava ver o árbitro cabeleireiro Paolo Tagliavento apitar a final, entre o Atlético de Madrid e o Athletic de Bilbao.

Era tipo nomear o Pedro Proença para a final da taça de Portugal, depois de ter entregue o título ao Porto...

Estrondosa vitória moral do Sporting no País Basco

O Sporting sai das competições europeias cheio de orgulho, naquilo que eu normalmente designo por vitórias morais.

Essas vitórias são tipicas do futebol português, e de nada servem. O Sporting não jogou grande coisa em Bilbao, e colocou-se sempre a jeito para sofrer o golo da eliminação.

Espero que tenham uma grande vitória, desta feita marcando mais golos do que o adversário, no Dragão, frente ao Porto.

Aí serei Sportinguista desde pequenino, ao contrário de hoje, em que me estava borrifando para o resultado final.

PS: Triste de um clube que tem que jogar com um Pereirinha a titular, numa meia final europeia, um jogador que na época passada era suplente do Guimarães.

terça-feira, 24 de abril de 2012

O Chelsea foi a Camp Nou praticar um desporto que não sei muito bem qual é...


O anti-futebol total do Chelsea está na final de Munique.

Foi uma eliminatória em que o Barcelona enviou 4 bolas aos ferros, uma delas vinda de um penalty falhado pelo melhor jogador do mundo, e em que os ingleses jogaram 180 minutos apenas preocupados em defender.

Houve muitos momentos do jogo, em que os jogadores do Chelsea estavam todos acantonados dentro da sua grande área, vendo todos os jogadores do Barcelona trocarem a bola da direita para a esquerda, e da esquerda para a direita, e outra vez da direita para a esquerda, e outra vez da esquerda para a direita, sempre à procura de uma nesga para romperem para dentro da grande área.

Se aquilo que o Chelsea pratica é futebol, eu vou ali e já venho...

Não posso aplaudir a passagem dos ingleses, porque gosto de futebol, gosto de espectáculo, gosto de jogadas bonitas, gosto de fantasia, e gosto de equipas que sabem dar 3 passes consecutivos na bola, coisas que o Chelsea não faz. Não por incapacidade, porque bons jogadores há lá muitos, mas sim por não querer, e isso é o que mais me aborrece numa equipa de futebol.

Ganha quem marca e quem tem sorte, e hoje o Chelsea marcou, e teve uma sorte dos diabos.

A final de Munique ficou mais pobre!



Esta dos treinadores dá que pensar...

Domingos, Jorge Costa e Villas-Boas já foram despedidos dos seus clubes.

Pedro Emanuel não ganha há 15 jogos, e a sua equipa ainda não marcou um golo em casa, na 2ª volta do campeonato, estando numa situação muito dificil, já que a despromoção está aí à porta.

Vítor Pereira é o que se sabe...

Ainda dizem que o Porto forma bons treinadores?

sábado, 21 de abril de 2012

Escrevei isto há 1 semana atrás, e o tempo deu-me razão



Dois golos, duas assistências, e ainda dizem que quem deve jogar é o Gáitan?

Nolito é produtividade pura! Só um cego, ou um Jorge Jesus, é que não vê isso como deve ser...



Hipóteses para suceder a Jesus


Não é aqui, é ali ao lado na sondagem do blog.

PARTICIPA!

sexta-feira, 20 de abril de 2012

A figura do fim-de-semana desportivo vai ser este:


Agora que o campeonato parece resolvido, e que toda a gente já interiorizou que o Porto vai ser campeão, pode ser que as arbitragens, e a bruxa de Trás-Os-Montes, nos deixem em paz.

Desse modo, pode ser que ainda haja tempo para um milagre.

Ao fim e ao cabo, o nosso treinador chama-se Jesus... e o do Porto é Vitor Pereira.

Como eu gostaria, à semelhança do que fez Melgarejo, e Manduca na Champions, que outro nosso ex-atleta, neste caso Balboa, "empatasse" as aspirações do Porto...

Pode ser que se eu disser o nome muitas vezes, isto passe alguma força para o "aveirense":

Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa, Balboa

Oxalá que duas linhas cheguem...

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Mais um exemplo da desastrosa comunicação do Benfica

O comunicado que hoje o Benfica emitiu, é mais um exemplo da desastrosa politica de comunicação, que o clube possui.

Vamos por partes. Primeiro o comunicado:

Embalados por “fontes” de fraca idoneidade ou manifestamente por falta de assunto, alguns jornais têm dedicado algumas das suas páginas a especular com jogadores que interessam ao Sport Lisboa e Benfica.

Como alguém escrevia não há muito tempo atrás “o Benfica noticiado é aperitivo, prato principal e sobremesa”.

Que alguns queiram valorizar jogadores ou negócios é legítimo. Que o queiram fazer à conta do Benfica é pouco ético. Que os jornalistas se deixem levar de forma tão ligeira sem sequer cumprir o seu dever mais básico que é ouvir o Clube já nos parece pouco profissional, principalmente quando é notório que algumas dessas “notícias” são plantadas com um único objectivo: desviar atenções de factos graves que têm atingido o futebol português.

Mais um alerta: o Sport Lisboa e Benfica tem treinador com contrato válido e tudo o que se disser à volta disso é folclore com o único intuito de vender jornais.

Estas notícias não passam de tentativas vãs de perturbar a equipa e o treinador numa fase decisiva da época.


Se eu tivesse que dar um nome a este comunicado, diria que era o comunicado que nada diz.

1. Não desmente nenhum nome que tenha sido lançado pela comunicação social
2. Quer proteger o treinador, mas não afirma, de forma inequívoca, que Jorge Jesus vai continuar na próxima época
3. Não especifica quais são os alvos a atingir, quero dizer, quais os orgãos de comunicação social que têm colocado noticias sem fundamento

Em suma, é um comunicado para entreter e para passar tempo. Lá foi alguém que não tinha nada que fazer, e decidiu escrever alguma coisa, que pensava ser apropriada.

Quando existem noticias importantes para se efectuar comunicados, aí ninguém diz nada... Gostava de ouvir o meu clube a pronunciar-se sobre depósitos...

terça-feira, 17 de abril de 2012

António Tadeia, um exemplo de coerência...

Estou a ver a 1ª parte do Bayern Munique - Real Madrid, e vejo um puxão na camisola de Robben, na grande área do Real Madrid, cometido por Sérgio Ramos, num claro lance de grande penalidade.

Ao ver a repetição, ouço António Tadeia dizer que "sim senhor, o braço está lá, mas houve uma clara falta de força das pernas de Robben:"

Ao ver nova repetição, ouço o mesmo Tadeia dizer que, não se pode pedir aos defesas para não colocarem ali os braços, e como se já não bastasse, que os avançados não podem fazer esse tipo de aproveitamentos.

Onde estava essa tua teoria, caro Tadeia, na análise do lance entre Luisão e o holandês do Sporting, que não sei dizer o nome, não por falta de cultura, mas por ser mesmo muito dificil de escrever, em Alvalade, que deu o penalty ao leões?

Aí os avançados já podem fazer esses tipo de aproveitamentos?

Aí os defesas já são ingénuos por ter ali as mãos?

Se por acaso leres este post, caro Tadeia, podes responder a essas questões, deixando as tuas já habituais "postas de pescada" na caixa de comentários.





segunda-feira, 16 de abril de 2012

Jesus, tens que dar uma volta olímpica ao estádio...

Já escrevei aqui no blog, que o ciclo de Jesus no Benfica está na sua recta final. O desgaste da sua imagem é enorme, as suas teimosias são gritantes, e não creio que, mais 1 ano ao comando da equipa, trará coisas boas ao clube.

No entanto, também escrevei que não sou ingrato. Jesus trouxe coisas boas. Trouxe um título de campeão, trouxe bom futebol, e conseguiu, melhor que ninguém, rentabilizar jogadores do plantel, a ponto de o Benfica conseguir efectuar as maiores transferências da sua história.

Não sou apologista de uma saída a mal. Não concordo com as criticas sem sentido, que foram efectuadas ontem, no fim do jogo com o Gil Vicente, nem com os insultos de um grupo de adeptos, que seguramente não tinha mais nada que fazer num Sábado à noite, do que insultar e criticar um treinador, que acaba de conquistar um título.

Seguramente, são os mesmo adeptos que aplaudiram de pé, no final do jogo com o Belenenses, um dos piores treinadores da nossa história: Quique Flores, quando este dava a sua volta olimpica ao estádio da Luz, qual medalha de ouro, qual carapuça.

Jesus, se queres aplausos dos adeptos, mesmo que não valhas um charuto, dá uma volta olímpica ao estádio, com a mão estendida ao vento, acenando para o 3º anel. Ou isso, ou arranja uma gaja boa como a Orsi Feher...

Aposto que aí, toda a gente te batia palmas!

Se por cá ficares, como acho que vais ficar, vais continuar a ser o melhor treinador do mundo, mesmo que eu ache que devas ir embora. Percebes-te?